Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Tecnologia Achix
Busca
Busca Avançada
Entrar | Não é cadastrado?
Você está em: Início » Textos » URUTAU - Mãe-da-Lua (lenda Amazônica) música composta por Paulinho Rodrigues

Textos

URUTAU - Mãe-da-Lua (lenda Amazônica) música composta por Paulinho Rodrigues

Pesquisando achamos um texto interessante que explica algumas curiosidades sobre Urutau, inclusive um estudo que cita a Paulinho Rodrigues com a música Urutau. Autor do texto sobre Urutau - Fernando Costa Straube (http://www.ao.com.br/ao122.htm). Mülleriana: Sociedade Fritz Müller de Ciências Naturais.

 "O nome já diz tudo: uma corruptela do guarani guyra (ave) e táu (fantasma) fez "urutau", nome de uma das aves mais cultuadas na cultura do sertanejo e curiosamente pouco conhecida da maior parte do povo brasileiro. Emblemático e misterioso, aparece em lendas, contos, poesias e no imaginário, pelo meio rural e até nas grandes cidades, onde às vezes sua presença inusitada aparece divulgada pela imprensa. Mas é, antes de tudo, um desconhecido: mais é conhecido pela fama do que pela ave em si. Na realidade, são raras as pessoas que já viram um deles, ou que escutaram o seu belíssimo canto noturno. E menos ainda aquelas que têm conhecimento de suas estranhas adaptações, relatadas apenas em tratados científicos pouco acessíveis ao público leigo. Já no período quinhentista, essa ave fascinante foi mencionada pelo Padre Francisco Soares1, no clássico "Coisas notáveis do Brasil", de 1594. Também aparece em diversas outras crônicas e obras descritivas posteriores, sobre o Brasil e países vizinhos. Uma delas é o "Libri Picturati", série de iconografias do Período Mauriciano e a outra "Historiae Rerum Naturalium Brasiliae" de George Marcgrave (1648), onde o urutau é tratado por "ibijau"2. "...  1 A. G. da Cunha (1982). Dicionário histórico das palavras portuguesas de origem tupi. São Paulo, Melhoramentos. 2 D. M.Teixeira (1992). A Fontes do Paraíso: um ensaio sobre a Ornitologia no Brasil Holandês (1624 /1654). Revista Nordestina de Biologia 7(1-2):1-149 + anexos.3 Catulo da Paixão Cearense (1912). "Caboca di Caxangá".

Continuando esse estudo após outras definições e conceitos na página 16 o autor cita as lendas... 

... “ AS LENDAS DO URUTAUO urutau é um importante representante do folclore da nossa avifauna. São inúmeras as lendas que giram a seu respeito, principalmente no Brasil Central, leste do Paraguai e nordeste da Argentina, movidas pelas características peculiares dessa ave fascinante. Vem de André Thevet, cronista francês (1503-1592), uma breve descrição de seu valor mítico entre o povo brasileiro, transcrito por Nomura (1996):"Entre todas as aves da terra, existe uma que os selvagensnão matariam nem mesmo feririam por nada deste mundo[...]. Dizem as pobres criaturas que esse canto lhes fazrecordar os entes queridos que se foram. Este pássaroseria um enviado dos mortos, trazendo boa sorte para osamigos que ainda viviam e azar para seus inimigos". Já a lenda mais conhecida é sobre Nheambiú, filha do poderoso cacique guarani que submetera todas as demais tribos, na região do Iguaçu:  Nheambiú havia se apaixonado por Cuimbaé, jovem guerreiro de outra tribo, feito prisioneiro por seu pai.  Por questões de honra tribal e ordem do cacique, não poderia encontrá-lo e, por esse motivo, passava seus dias chorando em silêncio, no escuro de sua casa, padecendo pela infinita mágoa de um amor sem esperanças. Certo dia, cansada de sofrer, Nheambiú voltou a recorrer aos seus pais, implorando para que pudesse se casar com Cuimbaé, recebendo uma negação para o pedido, junto à explicação de sempre: - Cuimbaé pertence a uma tribo inimiga da nossa e por isso jamais permitiremos esse casamento!  Julgando insuportável a sua dor, Nheambiú fugiu para a mata, desaparecendo por vários dias, sem dar notícias. Por causa disso, o velho cacique ajuntou seus guerreiros e partiu em busca da filha.No segundo dia de buscas, obrigando-se a atravessar a densa floresta, encontraram Nheambiú, mas ela estava imóvel sentada sobre um tronco grosso, sem emitir som algum, olhando fixamente para a luz prateada da lua cheia. Ao percebê-la nesse estado,  o caciquemandou chamar o pajé que disse:- Nheambiú perdeu para sempre a sensibilidade e a fala; apenas uma grande dor a reanimará! Com isso, todos se reuniram ao redor da jovem índia e passaram a anunciar a morte de várias pessoas amigas, inclusive entes da família e até mesmo seus próprios pais, sem qualquer sucesso. Com isso, o pajé adiantou-se e, pausadamente, disse a ela:- Cuimbaé acaba de ser morto!Imediatamente o corpo da moça se agitou num estremecimentosem igual, passando a soltar repetidos lamentos e, em seguida, desapareceu por completo na mata, transformando-se em um urutau, a voar errante por entre as ramagens. Para nada mais precisaria de sua beleza, por isso havia se convertido em um ser de feiúra indescritível. Fôra condenada, definitivamente, a empoleirar-se na ponta de um tronco morto como suas esperanças. E dali, olhando fixamente para a lua cheia, passaria todos os seus tempos seguintes a cantar sua tristeza pela desventura de seu amor.

 Essa lenda, aqui recompilada e adaptada de várias fontes (p.ex. Veríssimo, 1886;  Santos, 1979; Cascudo, 1993; Nomura, 1996), é a mais famosa que se conhece sobre ourutau. Encontra-se amplamente divulgada no sul do Brasil e áreas fronteiriças do lestedo Paraguai e do nordeste da Argentina, nas províncias de Misiones e Correntes. Outrasvariações, sempre girando em torno do amor impossível, também são mencionadas naliteratura e música folclórica15.

 ... Urutau canta de noite Afastando a escuridão Canto-aviso pra morena Serenata do sertão Cunhantã esperançosa Vê nascer sua paixão Mãe-da-lua encantadaDiz a crença popular Tuas penas têm magia O teu canto traz luar Quem possui tal simpati a Faz o coração amar[...]Muirapuamas, iraras Pakaas-novas, cuniã Timbós, matintas-pereira Seringueiros, Tarumã Nas profundezas da mata ... 15. "Urutau"  (Paulinho Rodrigues), música regionalista amazônica. 

(Pesquisa realizada por Alba Rodrigues em  15.01.2009)

 

 

 

Documentos anexados

Visualizações: 5.406
Gostou?! Então vote!
  • 7 pessoas votaram Sim
  • 3 pessoas votaram Não

Este conteúdo tem 2 Comentários

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do portal iTEIA reserva-se no direito de apagar as mensagens.

  1. giovanna comentou:
    em 15.09.2011 às 09:09

    oi gosto muito desta lenda

  2. Luisinho Vieira comentou:
    em 09.11.2012 às 14:07

    Colaborei na gravação do Grupo Tarumã em seu primeiro CD Histórias de Cada Canto, em que foi incluída esta canção Urutau. É um trabalho muito bonito e se pode ouvir no site oficial do grupo: http://www.tarumaoficial.com.br/#!palavria
    O conhecido Saulo Laranjeira é que a interpreta. Magnifico!

Deixe um comentário








Parceiros
Cooperação
Integração
Realização
Patrocínio

Ir para o topo