Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Tecnologia Achix
Busca
Busca Avançada
Entrar | Não é cadastrado?
Você está em: Início » Jornal iTEIA » Festival Boca de Brasa 2018 traz Margareth Menezes como convidada especial

Jornal iTEIA

13.12.2018 - 21h25

Festival Boca de Brasa 2018 traz Margareth Menezes como convidada especial

Enviado pela FGM

ampliar FGM
Cartaz do evento

A programação também inclui inauguração do Espaço Cultural Boca de Brasa – CEU de Valéria, além de uma série de expressões artísticas e manifestações culturais do Subúrbio Ferroviário, Bairro da Paz, Cajazeiras e Candeal apresentando o resultado das produções das oficinas de Música, Teatro, Dança, Poesia, Audiovisual, Grafitti e Beatmaker, com 250 artistas no palco


O Festival Boca de Brasa – Origem e Conectividade acontece em duas edições. A primeira, no dia 15/12, no Espaço Cultural Boca de Brasa - Subúrbio 360, em Vista Alegre. E a segunda, dia 17/12, onde marca a inauguração oficial do Espaço Cultural Boca de Brasa - CEU de Valéria. Ambas, às 10h.


Com direção-geral de Zeca de Abreu, o evento será uma grande espetáculo, formando um mosaico com os artistas, grupos e projetos do Subúrbio Ferroviário, Bairro da Paz, Cajazeiras e Candeal, em áreas como Teatro, Dança, Música, Poesia, Graffiti, Audiovisual, entre outras linguagens e conta com a participação especial de Margareth Menezes, que fará um show para o público presente.


O Festival tem como objetivo valorizar e dar visibilidade às produções das oficinas realizadas nessas comunidades, tanto no Espaço Cultural Boca de Brasa – Subúrbio 360 – primeiro construído pela Prefeitura Municipal de Salvador -, quanto através dos projetos contemplados pelo edital Espaços Culturais Boca de Brasa, da Fundação Gregório de Mattos, onde instituições culturais da cidade receberam financiamento por uma ano e adotaram o nome de Espaço Cultural Boca de Brasa: Pracatum (Candeal); Avançar - da Santa Casa de Misericórdia da Bahia (Bairro da Paz) e JACA- Juventude Ativista de Cajazeiras (Cajazeiras).


Os mestres de cerimônia do Festival Boca de Brasa – Origem e Conectividade serão o cantor e compositor Dão e a atriz e cantora Denise Correia. A programação ainda conta com as participações da Orquestra de Xequerê, criada em 1992 pelo músico Sidney Argolo; de um cortejo percussivo dos alunos da Associação Pracatum, regido pelo professor e percussionista Jair Rezende; de grupos de capoeira, perna de pau, fanfarra, maracatu, poesia, Hip Hop, Reggae, Samba, além de exposição de grafitti e performances da oficina de beatmakers. 


Para Fernando Guerreiro, presidente da FGM, “o Festival Boca de Brasa é um grande teste. Pela primeira vez os alunos das oficinas ministradas durante todo o ano sobem ao palco e se apresentam para um grande público. É a oportunidade dos participantes aprenderem mais ao lado de outros artistas, inclusive profissionais e perceberem a força e a grandeza da arte. O Festival agrega, gera auto estima e reforça o sentido de pertencimento a esses indivíduos apaixonados pela cultura como forma de expressão. Será uma grande celebração!”


 


Direção-geral de Zeca de Abreu


Assistente de direção: George Vladimir


Trilha sonora e direção musical: Luciano Salvador Bahia


Direção de movimento e coreografias: Rita Brandi


Texto: Kaika Alves


Cenário: Euro Pires


Figurino: João Perene


Iluminação: Fernanda Paquelet

Este conteúdo tem 0 Comentários

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do portal iTEIA reserva-se no direito de apagar as mensagens.

Deixe um comentário








Parceiros
Cooperação
Integração
Realização
Patrocínio

Ir para o topo